Ir para o conteúdo

Câmara Municipal de Alpiarça - Município de Alpiarça

Página principal

Heráldica

Município de Alpiarça tem a constituição heráldica da bandeira, armas e selo devidamente aprovado pela Portaria n.º 8514 de 26 de Agosto de 1936



:: Armas ::

De prata, com dois ramos de oliveira verde frutados de negro, cruzados em ponta e atados de vermelho, acompanhados por dois pinheiros de verde frutados de ouro troncados e arrancados de negro. Em chefe, um cacho de uvas de púrpura, folhado e sustido de verde. Em contrachefe, uma faixa ondada de azul, carregada de três peixes de prata. Listel branco com os dizeres "Vila de Alpiarça", de negro.


:: Bandeira ::

Esquartelada de verde e negro com cordões e lança dourados.


:: Selo ::

Circular, tendo ao centro as peças das armas, sem indicação dos esmaltes. Em volta, dentro de círculos concêntricos, os dizeres "Câmara Municipal".



:: ARTIGO PUBLICADO NA "VOZ DE ALPIARÇA" ::

"Esse parecer, que abaixo publicamos, revela-nos o significado e conteúdo do brasão da vila de Alpiarça, assim como as razões por virtude das quais se adoptaram as presentes armas".

"Tem Alpiarça desde 1936 as suas armas, as quais foram aprovadas pela Câmara Municipal
segundo um Parecer da Comissão de Heráldica da Associação dos Arqueólogos Portugueses".

«Antiga Vila (sic), foi Alpiarça elevada a cabeça de concelho, pela lei nº 129, de 2 de Abril de 1914. É banhada pelo rio do mesmo nome, que também é chamado Ulme, quando passa próximo da Vila deste nome, tomando também o nome de Alpiaçoilo, junto do pego deste nome do canal de Alpiarça.

O concelho de Alpiarça é muito fértil, salientando-se entre os seus produtos o vinho, o azeite e a fruta, tendo também vastos pinhais e bastante peixe.

Com estes elementos propomos que as armas, bandeira e selo de Alpiarça, sejam assim constituídos :

:: ARMAS - De prata e em dois ramos de oliveira de verde, frutados de negro, cruzados em ponta e atados de vermelho, acompanhados por dois pinheiros de verde, frutados de ouro, troncados e arrancados de negro. Em chefe, um cacho de uvas de púrpura, folhado e sustido de verde. Em contra-chefe uma faixa ondada de azul, carregada de três peixes de prata realçados de negro. Coroa mural de prata de quatro torres. Liste branco com os dizeres: «Vila de Alpiarça», de negro.

:: BANDEIRA - Esquartelada de verde e de negro. Cordões e lança dourados.

:: SELO - Circular, tendo ao centro as peças das armas sem indicação dos esmaltes. Em volta, dentro dos círculos concêntricos, os dizeres: «Câmara Municipal de Alpiarça

Como os esmaltes principais das armas são de verde e de púrpura, a bandeira é esquartelada destas cores.

A prata do campo e dos peixes é o metal que na heráldica significa humildade e riqueza.

O verde dos pinheiros, dos ramos de oliveira e do folhado e do sustido do cacho é o esmalte que significa esperança e .

O troncado e arrancado dos pinheiros, o frutado dos ramos de oliveira e o realçado dos peixes é de negro, esmalte que significa firmeza e honestidade.

O frutado dos pinheiros é de ouro, metal que representa a fidelidade, a constância e o poder.

O cacho é de púrpura, a cor significa a fortuna e a abundância.

O azul do rio é o esmalte que simboliza os rios e denota a caridade e lealdade .

E assim fica bem representada a história local e a índole dos seus naturais.

A bandeira, quando destinada a cortejos e cerimónias terá um metro quadrado e é bordada em seda.

E assim fica bem representada a história local e a índole dos seus naturais.

A bandeira, quando destinada a cortejos e cerimónias terá um metro quadrado e é bordada em seda.

Quando destinada a arvorar, é de «filet» e terá as dimensões julgadas convenientes, podendo neste caso dispensar as armas».

Este parecer foi aprovado pela Câmara Municipal de Alpiarça, em sua sessão de 22 de Maio de 1936. Sancionado pela portaria nº. 8514, de 26 de Agosto de 1936."

In:

As Armas de Alpiarça
Voz de Alpiarça, Alpiarça, Cartório Paroquial, 249, 1978