Saltar para o conteúdo principal

Peça do Mês de Julho de 2019

 

.


 

Casa dos Patudos – Museu de Alpiarça

Peça do mês – Julho
Carlos Relvas montando o Salero numa Praça de Touros

óleo sobre tela

José Malhoa

1887

104 cm X 124 cm X 124 cm

CP – MA

Inv. Nº 84.46

Neste mês de julho, a Casa dos Patudos – Museu de Alpiarça irá inaugurar uma Exposição de fotografias de Carlos Relvas. Antecipando esta exposição, apresentamos como peça do mês uma pintura de José Malhoa representando Carlos Relvas montando o Salero, o seu cavalo preferido, numa praça de touros, possivelmente na praça de touros de Setúbal, que tem o seu nome.

Esta pintura foi encomendada por Carlos Relvas ao pintor em 1881, mas apenas foi realizada em 1887. A obra retoma as convenções grandiloquentes do retrato equestre. O cavalo retratado é um dos últimos cavalos de toureio de Carlos Relvas, um puro-sangue lusitano, chamado Salero. Este encontra-se bem adornado, empinado com brio e de perfil.

Carlos Relvas, também retratado de perfil, está elegantemente vestido, rodando a cabeça para o espetador e cumprimentando-o com o tricórnio.

A praça de touros parece surgir depois do retrato, artificio cénico, tratado com uma luminosidade intensa e um cromatismo tímbrico bem naturalista, a luz intensa do dia, marcada por fortes sombras projetadas.

O retrato tem um sentido dedicado exclusivamente ao personagem, mesmo pelas flores caídas no chão, exposto na atitude mais nobre da montaria, com numerosos exemplos anteriores nas representações da realeza e dos membros da nobreza.

Invulgar na obra de Malhoa, a solução do retrato equestre em corpo inteiro, terá sido talvez um pedido do próprio Carlos Relvas, tratando-se do momento apoteótico do fim da lide.

Casa dos Patudos – Museu de Alpiarça

 

 

 

 
 
 
 
 
 
 
voltar ao topo