Saltar para o conteúdo principal

Peça do Mês de Dezembro de 2019

 

 

Casa dos Patudos – Museu de Alpiarça

Peça do mês – Dezembro
Retrato de Carlos de Loureiro Relvas

Columbano Bordalo Pinheiro

Óleo sobre Tela

Século XX

200 cm X 79,5 cm

CP – MA

Inv. Nº 84.1304

 

No mês de Dezembro evocamos Carlos de Loureiro Relvas, no Centenário da sua morte, ocorrida a 14 de Dezembro de 1919. Carlos de Loureiro Relvas, o segundo filho de José Relvas e Eugénia da Silva Mendes de Loureiro, nasceu a 13 de Dezembro de 1884, na vila da Golegã. Beneficiou de uma educação excepcional ministrada por professores particulares, à semelhança de seu pai. Em 1902, viaja para Leipzig, na Alemanha, onde frequenta Curso Superior de Piano.

Distinguir-se-ia como intérprete, participando em inúmeros concertos. Contudo, a partir de 1911, abandona a prática musical profissional para se associar ao pai, na gestão da Casa Agrícola. Continuou a participar nos concertos e nos serões musicais, organizados nos Patudos.

Também apoiou, convictamente, seu pai no domínio da política. Foi ele, por exemplo, quem, juntamente com outros republicanos de Alpiarça, conseguiu avisar José Relvas da contra-ofensiva monárquica que partia de Santarém a 4 de Outubro, permitindo que fosse alertada a marinha republicana e assim se debelasse essa intentona. Em 1919, chegou a anunciar o seu noivado, no entanto a 14 de Dezembro (um dia após completar 35 anos), suicidou-se com um tiro no peito.

No retrato póstumo pintado por Columbano Bordalo Pinheiro aparece apoiando os cotovelos no seu piano, onde executou trechos dos seus autores preferidos, tais como Liszt ou Beethoven. Carlos está de pé tendo as pernas cruzadas, em cima do piano várias pautas musicais. No chão um tapete de Arraiolos, que parece ser o que ainda hoje se encontra junto do piano. A paleta sombria de Columbano envolve a figura de Carlos, quase num halo de mistério e de decisão enigmática que nos impressiona e nos faz pensar.

Por disposição testamentária este quadro nunca poderá sair do local onde se encontra, junto ao seu piano, no Salão Nobre da Casa dos Patudos.

Casa dos Patudos – Museu de Alpiarça

 

 

 
 
 
 
 
 
 
voltar ao topo