Saltar para o conteúdo principal

Peça do Mês de Abril de 2021

 

Casa dos Patudos – Museu de Alpiarça
Peça do mês – Abril

Busto de Cristo no Horto
Escultura em barro
Escola Espanhola

Séc. XVIII
45 cm
CP – MA
Inv. Nº 84.111

 


 

A peça divulgada neste mês de Abril, mês em que celebramos a Páscoa, é uma escultura em barro, intitulada Busto de Cristo no Horto, da Escola Espanhola do Século XVIII. Na obra apresentada, Cristo aparece-nos representado de túnica, com as mãos unidas e erguidas em direcção ao céu, o cabelo ondulado dando a sensação de movimento. De realçar os pingos de sangue que lhe caem nas mãos, rosto e pescoço.
A escultura representa a primeira estação da Via Sacra, Jesus no Horto das Oliveira, em Getsemaní. Jesus foi, como de costume, para o Monte das Oliveiras, os discípulos seguiram-no. Quando chegou ao local, disse-lhes Orai, para que não caís em tentação. Depois afastou-se um pouco deles e ajoelhando-se, começou a orar dizendo: Pai, se quiseres, afasta de mim este cálice. Contudo, não se faça a minha vontade, mas a tua. Então, apareceu um anjo que desceu do céu e o confortou. Jesus desesperado pôs-se a orar mais insistentemente e o suor tornou-se como grossas gotas de sangue que lhe caíam pelo rosto. Depois de orar levantou-se e dirigiu-se a seus discípulos, que dormiam. Disse-lhes para se levantarem e orarem para que não caíssem em tentação.
A oração de Jesus é dramática e tensa. O suor de sangue que lhe escorre pelo rosto é sinal de um grande tormento. Jesus, nas trevas daquela noite, oferece ao Pai orações e súplicas com fortes gritos para o afastar da dor e da morte dizendo Pai, se quiseres, afasta de mim este cálice.
No XVIII, em Espanha, dá-se uma mudança dramática no estilo e nas representações das manifestações artísticas. Há um crescimento acentuado na representação de temáticas religiosas, que são marcadas pelo realismo, como a obra de arte que apresentamos este mês.

 

Casa dos Patudos – Museu de Alpiarça


 

  

 

voltar ao topo