Saltar para o conteúdo principal

Abriu o primeiro Cartório Notarial Privado em Alpiarça

Os habitantes de Alpiarça já podem ver facilitados os pedidos de certificados, procurações e reconhecimentos de assinaturas e aceder a novos serviços como o arquivo eletrónico nacional de escrituras; temas relacionados com heranças, testamentos e inventários; negócios referentes a bens imóveis e móveis e ainda tratar de assuntos relacionados com sociedades comerciais, marcas e associações

 


Alpiarça tem, desde o dia 8 de setembro e pela primeira vez, um cartório notarial privado cuja função do notário é exercer de forma privada uma função pública, delegada pelo Estado, de certificar atos jurídicos, preparando e redigindo, em conformidade com a lei e a vontade das partes, contratos e demais actos jurídicos extrajudiciais, assegurando a sua autenticidade e a sua conservação em arquivo.

O primeiro notário é Rui Manuel de Melo Pereira Guerreiro, a quem foi atribuída, por concurso, a licença para a abertura do cartório.

 

Tipo de Serviços

O Cartório Notarial de Alpiarça vai disponibilizar todo tipo de Escrituras, nomeadamente Habilitações de Herdeiros, Compra e Venda, Mútuos, Doações, Partilhas por herança ou por divórcio. Vai disponibilizar também a possibilidade de fazer reconhecimentos de assinatura, procurações, registo automóvel, comercial e predial.

O novo espaço vai albergar o acervo do antigo Cartório de Alpiarça, os cidadãos poderão também pedir certidões de todas as escrituras aí celebradas.

Localização e Horário

O Cartório Notarial de Alpiarça fica na Rua Duarte Governo, nº 12, r/ch Esquerdo e funciona das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00”.

Contactos:

E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Tel.: 243 558 087 / 969 225 204

Rede de Cartórios Notariais

A rede de cartórios notariais, que conta já com cerca de 450 cartórios no continente e ilhas, será alargada a 23 localidades, 11 das quais também no interior e ilhas, onde não existem cartórios, permitindo a estas populações o acesso a serviços sem a necessidade de se deslocarem a outras localidades. Serão ainda atribuídas licenças de abertura de cartório notarial nos concelhos de Mangualde, Mortágua, Sintra, Lisboa, Cantanhede, Torres Vedras, Matosinhos, Ponte de Lima, Amadora, Santarém, Figueira da Foz e Valongo.

 

voltar ao topo